Mais uma publicação sobre bambolê e saúde!

O artigo intitulado “Hoop dancing to prevent and decrease burnout and compassion fatigue“[Dança com bambolê para prevenção e diminuição do esgotamento profissional e fadiga por compaixão] da Caroline Sánchez, Anna Valdez e Lori Johnson é um artigo publicado na revista “Injury prevention” e reforça todas as crenças de que uma brincadeira pode ser revigorante para saúde.

Neste artigo, a autora sugere uma relação entre a prevenção da fadiga por compaixão, um problema presente no cotidiano de enfermeiras que lidam diariamente com situações emocionalmente desgastantes, por meio de brincadeiras e movimento, como com a dança com bambolês.

Nas palavras delas: “A brincadeira não tem um propósito específico. O brincar é simplesmente a busca do contentamento por si só. Ao mesmo tempo que é gratificante, o brincar também é vital para a saúde mental, física e o bem-estar espiritual.”

E além disso, pela brincadeira é possível melhorar o humor, habilidades sociais, de cognição, de inteligência emocional e a capacidade de resolução de conflitos, ou seja, é tudo de bom!

 

Anúncios